fbpx
Aprenda como higienizar o celular corretamente em 6 passos fáceis

Aprenda como higienizar o celular corretamente em 6 passos fáceis

O Coronavírus e outros microrganismos podem permanecer no seu celular por até 28 dias em baixas temperaturas e transmitir diversas doenças. Saiba como higienizar o celular para evitar riscos! 


Apesar de todos saberem que é necessário realizar a higienização correta das mãos, os objetos também não devem ser deixados de lado. Entre esses itens tão importantes, o celular é um que deve ser limpo corretamente, afinal, pode se tornar um transmissor de diversas bactérias, fungos e claro, o vírus da Covid-19. 


Higienizar o celular diariamente é um hábito pouco praticado pelos brasileiros, mesmo com as medidas de higiene reforçadas com a chegada da pandemia. Apesar de não possuir tanta adesão, é muito importante realizar a higienização correta do aparelho celular, principalmente para evitar que a Covid-19 seja transmitida.

Por que higienizar o celular? 

Mas afinal, qual a importância de realizar a limpeza adequada? Como higienizar o celular sem danificá-lo?

Segundo um estudo publicado pela agência científica nacional da Austrália (CSIRO), o vírus da Covid-19 pode sobreviver desde em notas de dinheiro até na superfície das telas dos aparelhos. O estudo aponta, ainda, para uma sobrevivência prolongada em temperaturas mais baixas. 

Como o Coronavírus se espalha através das gotículas compartilhadas, essas gotículas podem contaminar determinados objetos, e por isso a higienização constante dele se faz necessária. 

O hábito de carregar o celular e levá-lo para todos os lugares, incluindo rua e locais públicos, que possuem grande índice de contágio, podem contaminá-lo. 

Diferente do corpo humano, os smartphones exigem um cuidado específico, já que o álcool em gel ou o sabão comum podem danificá-lo. Abaixo, você confere higienizantes eficazes e que mantém a segurança do aparelho. 

Quais produtos podem ser utilizados para higienizar o celular?

Frente à pandemia e o cuidado vigente, algumas empresas de tecnologia como a Apple e a Samsung compartilharam com seus usuários os produtos ideais para realizar a higienização dos celulares. 

Mais comum em celulares Samsung, deve-se utilizar o álcool etanol 70% sempre que a tela tiver revestimento em vidro, metal ou cerâmica. Já a Apple recomenda o uso de álcool isopropílico 70%, especialmente nas telas e revestimentos dos seus produtos.

O Biocide Multi-Uso também é indicado na higienização de superfícies que recebem os materiais do revestimento do aparelho celular, afinal, seus componentes não agridem este tipo de material, e eliminam o vírus com eficácia.  

Quais produtos não podem ser utilizados para higienizar o celular?

Apesar de existirem os produtos certos, algumas substâncias presentes em higienizantes podem danificar as telas e componentes internos, e não devem ser utilizadas na limpeza do celular. 

Cloro, água sanitária e produtos abrasivos no geral, incluindo nesta categoria também o álcool em gel, prejudicam a durabilidade do aparelho. Esses produtos podem colocar em risco a funcionalidade da tela, além de estarem suscetíveis a danos irreversíveis em contato com a parte interna do aparelho. 

Além disso, eles podem danificar a entrada de energia ou fone de ouvido e auto-falante. Evite realizar a higienização enquanto o celular estiver conectado a uma fonte de energia. Isso pode provocar riscos a sua saúde e a vida útil do celular. 

Como higienizar o celular: confira os 6 passos 

O processo para higienização do celular requer cuidados específicos para evitar qualquer tipo de dano ao aparelho. Em relação a questão de periodicidade de limpeza, o ideal é que você higienize seu celular sempre em que ele estiver em contato com ambientes externos e menos seguros, como na rua, em um restaurante, shopping e no trabalho. 

1o passo: remova acessórios e capinhas

Para começar, é necessário remover acessórios que possam estar conectados, como fones de ouvido e as famosas capinhas. As capas de silicone, por exemplo, podem ser higienizadas a parte com água morna e sabão ou com um pano levemente umedecido com álcool. Plástico e couro devem ser higienizados de acordo com as recomendações de fabricante. 

Você pode até mesmo remover componentes internos como o chip e a bateria, evitando que eles sejam expostos ao risco. Esses componentes não devem ser higienizados sem a assistência de um profissional ou do fabricante. 

2o passo: desligue o aparelho 

Realizar a higienização do aparelho ligado pode causar danos no touchscreen e na tela. Por isso, é fundamental que a higienização seja realizada com ele desligado, e somente após o término será possível ligar o aparelho. 

3o passo: comece pelas entradas e botões 

Conte com a ajuda de um cotonete ou pequeno pedaço de algodão para realizar a higienização adequada de entradas e botões. Você pode também utilizar uma escova de dentes com cerdas finas para a higienização desses espaços.

4o passo: higienize o aparelho 

Você pode utilizar um guardanapo de microfibra ou um lenço de papel para realizar a higienização, contando com a ajuda do álcool isopropílico 70% ou o produto recomendado pela fabricante do seu aparelho. 

Nunca aplique o produto diretamente no aparelho. Aplique pequenas quantidades de álcool no guardanapo ou lenço e realize a higienização, nas bordas, tela dianteira e tela traseira. 

Espere secar e realize a higienização novamente para garantir que o seu celular foi higienizado. Na primeira vez, você notará algumas sujeiras nos resquícios de papel. Se o corpo do aparelho estiver limpo, o papel indicará na segunda limpeza. 

5o passo: finalizando a higienização 

Após deixar o aparelho secar e a sua capa também, coloque-a novamente no dispositivo e realize a terceira e última limpeza, dessa vez priorizando a capa. 

Se não quiser esperar secar, utilize um pano de microfibra ou até mesmo o próprio papel toalha. 

6o passo: dica extra 

Além de realizar a higienização do aparelho, é importante que o usuário tenha a consciência de evitar tocar o celular quando estiver em ambientes mais suscetíveis ao contágio com fungos, bactérias e vírus. 

Evite levar o celular ao banheiro, encostar nele sem lavar as mãos depois de frequentar locais públicos como o transporte. Essas práticas podem evitar o contágio do Coronavírus e outros tipos de doenças. 

Aprendeu como higienizar o celular corretamente? Estas dicas podem ser utilizadas em notebooks e tablets também. É de extrema importância manter as mãos limpas antes de tocar nesses objetos, assim como realizar a higienização de cada um para evitar que microrganismos continuem presentes e sejam transmitidos.
 A Biocide é a primeira empresa brasileira a desenvolver higienizantes com 99,9% de eficácia contra fungos, bactérias e o vírus da Covid-19, em laudo atestado pela UNICAMP. Para conferir o laudo e conhecer nossos produtos, acesse: www.biocidegroup.com

Deixe uma resposta

Fechar Menu